Dados pessoais.
Ferran Adria nasceu em 1962, em Barcelona.
Seus Hobbies consistem em cinema, leituras e viagens.
Seus livros preferidos são “O Perfume” e “Fisiologia do Gosto”.
Seu filme preferido é “A Festa de Babette”.
No campo da música aprecia samba, música clássica, flamenca e Rolling Stones.

Trajetória
De lavador de pratos ao chefe dos chefs, delineou sua trajetória com verdadeira luta, afinco, e uma exacerbada paixão pela gastronomia.
Aclamado pela critica especializada em todo o mundo, e adjetivado por alguns como “o Picasso das Panelas”, Ferran Adria vem colocando sua habilidade na cozinha como referência na gastronomia mundial, pesquisando combinações de ingredientes em seu sabor, textura e temperatura, e dando aos seus pratos, um deleite não só para o paladar, mas também para a visão.
Responsável pelo restaurante El Bulli, situado a duas horas de Barcelona, seguindo alinha da costa, classificado com três estrelas pelo renomado guia gastronômico Michelin, o qual funciona apenas seis meses por ano, (a lista de espera por uma de suas mesas chega a ser de seis meses), pois na outra metade do ano o grand chef dedica-se a pesquisas e à criação do cardápio que não se repete em temporadas diferentes, no seu laboratório, localizado numa das ruas comerciais desta capital, estrategicamente próximo ao mais incrível mercado de alimentos frescos, La Boqueria, Ferran compõe pratos onde o gelado e o fervendo combinam harmoniosamente, como a sopa em duas camadas, e onde alimentos sólidos se transformam em mousses e cremes.

Enquanto a “nouvelle cousine” francesa parecia estagnar, na Espanha, a incansável criatividade e ousadia de Ferran, sugere a virada de uma nova época com a inovação de técnicas e conceitos.

Ferran trouxe para a mesa o despertar dos cinco sentidos, agregados num lúdico ritual, onde o sublime prazer da degustação se entremeia ao jogo de adivinhar cada um dos ingredientes, sempre com relevante atenção para as dicas dos garçons, pois a cada prato cabe uma forma diferente de ser degustado, (ex:o “Bico de Alcachofra”, com lâminas de champignon que precisam ser mordidas, logo depois de cheirar os fungos e de aspirar por um canudinho uma essência de cepa). Desenvolveu a caramelização, as espumas (que se tornam mais leves que as mousses, e são feitas com uma garrafa com sifão), a gelatina quente, a “sferificação”, a simbiose entre doces e salgados, a separação dos ingredientes de um prato e modificação de sua textura e temperatura.

Atividades
Incansável, além da cozinha do restaurante El Bulli, e do hotel com o mesmo nome em Sevilha, Ferran se ocupa de outras atividades, entre as quais, assessoria para o desenvolvimento de produtos de grandes marcas. Editor de alguns livros e de um programa de tv, o “Cozinhar em 10 minutos”, já teve programas de rádio e uma coluna mensal em algumas revistas, e apesar do estrelato recusa-se a aceitar qualquer classificação elitista, direcionando seu trabalho de tal forma, para que a vontade e consciência em comer melhor chegue às pessoas nas ruas.
Tem um serviço de bufê em Madri e Barcelona; é consultor dos restaurantes La Terraza e Recoletos, no Cassino de Madri; mantém seu segundo restaurante, La Alquería, no hotel Hacienda Benazuza, em Sanlucar la Mayor, Sevilha, do qual é sócio; e criador do Espesso, o café sólido, em parceria com a Lavazza.

Livros publicados
"O Sabor do Mediterrâneo" (1993)
"Os Segredos do El Bulli" (1998)
"Celebrar El Milenio con Arzak, Adria 2000-2001", de Juan Mari Arzak y Ferran Adrià
entre outros.

 

CLIQUE AQUI , para ir à página com as entrevistas.

 

CLIQUE NA IMAGEM, PARA IR À PÁGINA REFERENTE
CLIQUE NO NOME, PARA IR À PÁGINA REFERENTE
 

SABOR

/RECEITAS